Emater e GoiásFomento formalizam primeiro contrato do programa Produtor Empreendedor

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), em parceria com a Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento), formalizou, no mês de dezembro, o primeiro contrato da linha de crédito Produtor Empreendedor – Crédito Rural

Foto: Emater Goiás

Orlandi Ribeiro, do município de Iporá, é o primeiro beneficiado pelo empréstimo, com um contrato de R$ 49.800,00 para a aquisição de matrizes leiteiras. “Fiquei feliz com o meu financiamento, que vou usar na compra de vacas de leite. Acredito que as coisas vão melhorar com essas propostas”, conta Orlandi.

Segundo Petherson Santana, gerente de Agronegócio da GoiásFomento, existem quatro novas propostas que já estão em análise final. Ele explica ainda que os recursos são possíveis para quem quer começar ou dar continuidade em uma variedade de mais de 50 ramos de atividades rurais. Além disso, fomenta tudo que possa ser produzido no campo para a comercialização na cidade. 

“A gente precisou entender que não é mais pequeno produtor, é produtor empreendedor. A riqueza que é gerada pela agricultura familiar no mundo, é uma riqueza muito grande. Então a GoiásFomento deu as mãos para a Emater para construir algo que resultasse no contrato que chegasse ao produtor”, conta Petherson.  

Foto: Emater Goiás
Foto: Emater Goiás

Para o presidente da Emater, Pedro Leonardo Rezende, a expectativa é que sejam formalizados cada vez mais contratos. “O crédito rural é um dos pilares do desenvolvimento rural e é papel do poder público propor formas de viabilizar o acesso a essas políticas públicas, que são extremamente importantes para que o produtor rural possa se desenvolver na sua atividade e na sua vocação produtiva”. 

Produtor Empreendedor

A linha de crédito Produtor Empreendedor – Crédito Rural foi lançada em fevereiro de 2020 pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), juntamente com Emater e GoiásFomento. 

Com a finalidade de oferecer melhores oportunidades de desenvolvimento, encorajando o empreendedorismo e fomentando novos negócios no campo, a linha disponibiliza três modalidades de crédito, com taxas de juros mensais que vão de 0% a 0,5%, prazo de até 12 meses de carência e até 60 meses para pagar, e crédito de até R$ 50 mil. O financiamento pode chegar a 100% do investimento, com até 20% de custeio associado. Para a liberação do recurso, podem ser exigidos garantia real, avalista, aval ou seguro.

Para ter acesso ao crédito, o produtor deve procurar a unidade da Emater do seu município portanto sua Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), CPF, documentos de identidade e de propriedade do imóvel, comprovante de residência e relatório de rendimento bruto dos últimos 12 meses da atividade rural e não rural. Caso seja necessário, a Emater irá elaborar projetos de acordo com as necessidades do produtor. Após trâmite interno, o crédito é liberado pela GoiásFomento. 

Texto: Emater Goiás 

Acompanhe mais ações do Portal O Extensionista no site e em nossas redes sociais: Facebook | Instagram | LinkedIn | Twitter | YouTube

 

Deixe uma resposta